quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Tamanho Único


IMG_0395
Dançarina capta recursos para produção de documentário sobre sua luta contra a barreira do preconceito por ser obesa
Trajetória pós cirurgia bariátrica está sendo registrada em vídeo
“Minha luta para sobreviver na dança é tão antiga quanto minha consciência”. Essas são as primeiras palavras da dançarina e professora de dança Izabela Miranda que foram publicadas no blog Tamanho Único, criado para registrar a batalha dela para levantar recursos para a gravação de um documentário sobre sua luta contra a obesidade.
No dia 22/08/2014, ela se submeteu a uma cirurgia bariátrica, que tem como objetivo a redução do estômago. Todo o processo de emagrecimento está sendo registrado em  vídeo para a produção um documentário.
O roteiro do vídeo traça a trajetória de alguém que se atreve a fazer parte de um mundo que nunca seria seu. A narrativa é extremamente divertida, mas com toda seriedade que o assunto requer. O documentário não é mais um informativo  de “obesidade e saúde”. A abordagem é muito mais ampla, pois tratará dos problemas sociais ligados à doença e temáticas como  “obesidade e vida” e “obesidade e sonhos”.
O documentário será  composto por episódios cômicos ou dramáticos, dependendo de quem vive. São situações que grande número de pessoas se identificarão, mas que a sociedade do “Tamanho Único” jamais consideraria. Da criança que não cabe no balanço do parque à dançarina que é sutilmente cortada da coreografia, porque o figurino é “Tamanho Único”.
O motivo
O ápice da história ainda está em curso. Aos 27 anos, Izabela estava em um grande momento da carreira como dançarina e parecia ser o fim da guerra contra obesidade. Ela chegou a eliminar 23kg em 6 anos.
Ironicamente, na mesma época, foi diagnosticada com sérios problemas na coluna, causando dores crônicas que a obrigaram a diminuir suas atividades, inclusive os trabalhos com a dança.O resultado disso é que a dançarina recuperou  23 kg em apenas 1 ano e meio. Em virtude disso, ela decidiu se submeter ao mais drástico dos tratamentos de obesidade: a cirurgia bariátrica, popularmente conhecida como “redução de estômago”. Menos peso, menos dores e mais dança é o que ela quer.
Por que Tamanho Único?
Izabela Miranda decidiu pelo nome “Tamanho Único” devido a uma experiência humilhante. Em uma apresentação de dança realizada por uma companhia a qual fazia parte, ela descobriu, minutos antes de entrar no palco, que todos os figurinos eram tamanho único. Ela até vestiu as roupas, mas ficou muito apertado. Naquele momento, se sentiu humilhada e não teve coragem de entrar no palco. E isso a marcou muito.
Ela conta que o objetivo do documentário é provocar uma reflexão acerca dos padrões impostos pela sociedade e também expor as dificuldades de integração social que o obeso tem.
Izabela está levantando recursos para a realização do projeto.  “A iniciativa  não possui patrocínio, mas sim apenas pessoas muito malucas que abraçaram essa ideia”, conta  a dançarina.  São equipamentos, mão de obra, produção, fotografia, deslocamentos etc.
Os procedimentos para doações, planilha de custos e prestação de contas serão publicadas no blog  criado especialmente para registrar os passos da iniciativa: http://blogtamanhounico.blogspot.com.br/
“Prometo continuar feliz como sempre e fazer o melhor dessa história”, Izabela Miranda.
O Grupo Balo de Comunicação apoia a iniciativa.
Contato para mais informações e agendamento de entrevistas:
Heberton Lopes – (31) 3077 0606 | (31) 8855 1219  -  hlopes@grupobalo.com