quinta-feira, 27 de março de 2014

Palco 2 do Arena Pop BH apresenta finalistas do projeto “Do passado ao presente, o samba continua”


Além dos shows de Munhoz e Mariano, Mc Koringa, Sambô, Monobloco, Thiago Di Melo e Tom Nascimento,  festival traz revelações do samba mineiro no dia 29 de março


A montagem do Arena Pop BH está a todo vapor no campus Estoril do UniBH (Rua Libero Leone, 259, Buritis, BH). O Festival, que receberá os maiores artistas da verdadeira música popular brasileira, será realizado no dia 29 de março (sábado), a partir das 15h, comMunhoz e Mariano, Mc Koringa, Monobloco, Thiago Di Melo e Tom Nascimento. Além destas atrações, se apresentarão também os finalistas do projeto “Do passado ao presente, o samba continua”.

Os músicos finalistas Benardo Correia, Pedro Fraga, Fabio Palmito, Ricardo Barrão e Ederson Salomão terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos no Palco 2 do Arena Pop BH. O projeto “Do passado ao presente, o samba continua” tem como objetivo realizar na cidade de Belo Horizonte um festival popular de samba para aproximar a geração passada e a presente de um dos ritmos mais apreciados do povo mineiro e brasileiro.

Finalistas  - “Do passado ao presente, o samba continua”
Bernardo Correia
Aos 12 anos já era apaixonado com a música. Foi nessa idade que ganhou alguns instrumentos percussivos. Tocando nas noites de Belo Horizonte desde muito novo,ja esteve presente em 4 bandas e atualmente está com a Sambatoa.  O músico tem um  sonho: aprender um instrumento de harmonia, principalmente o violão.Enquanto o mesmo não se realiza, ele vai fazendo algo que também ele gosta muito: compor. Desde a infância  tem o hábito de escrever e já possui na atualidade 27 canções. Com um enredo variado,umas falam de temas da atualidade, algumas são voltadas ao humor e outras para o amor. Entra nessa competição com uma música que se identifica com várias amigas dele,e onde diz ter feito uma homenagem pra elas na canção de nome “Doida pra casar...”.

Pedro Fraga
Natural de Belo Horizonte- MG Pedro Fraga já participou como músico de algumas bandas da região, e agora como cantor e compositor busca sair do anonimato e fazer do seu maior prazer o seu trabalho. Com um repertório interativo visa através das suas composições apresentar as diversas vertentes do samba para todas as gerações. Mantendo a historia e a raiz do ritmo mais conhecido do Brasil com a acessibilidade de um samba moderno.

Fabio Palmito
Cantor, compositor e instrumentista, Palmito é um artista que com muita humildade e talento vem buscando seu espaço no cenário nacional. Seu estilo musical é moderno e diferente. Ele transmite em suas composições a influência de tudo o que ouve. Os ritmos samba, pagode, pop, sertanejo se fazem presentes nas suas composições criando uma identificação natural com o público jovem.

Ricardo Barrão
Sambista, músico,cantor e compositor, Ricardo Barrão é uma das grandes referências do samba mineiro .Vestindo a camisa da Escola de Samba Canto da Alvorada, seus enredos foram vencedores nos carnavais belorizontinos por dez anos consecutivos. Tem dois álbuns gravados:O CD de Bem Com a Vida,  e o  História que dá samba .Ricardo Barrão tem sambas gravados por Agepê, Neguinho da Beija flor ( em 03 albuns) , Salgadinho,Katinguelê,Eliana de lima,biro do cavaco, Almir guineto com a música Faz Um Lá Menor, que já alcançou mais de 100.00 acessos no youtube dentre outras parcerias de sucesso. Recentemente teve também sua música  “voltando pra casa” gravada por Almirzinho, com mais de 60.000 acessos no Youtube.

Ederson Salomão
Iniciou a carreira aos  9 anos de idade . Já tocou com várias bandas em Belo Horizonte, dentre elas: Grupo Toque Mágico, Grupo Chocolate Sensual, Grupo Samba Gueto, Grupo Imagina Samba, Grupo Magnatas, Samba do Trabalhador BH,Na cadência do samba, Samba de butiquim e Grupo Os Neguinhos. Já dividiu  palco com vários artistas de visibilidade nacional como: Sorriso Maroto , Almir Almir Guineto , Pixote, Belo, Alcione, Pique Novo, Leci Brandão, Exaltasamba, Jeito Moleque, Inimigos da HP e tantos outros. Possui mais de 100 músicas compostas com vários parceiros entre eles Ronaldinho Gaúcho, Dé Lucas, Rafa Dí Souza, Eduardo Gatão, Fabinho do Terreiro, e outros mais

Atrações do Arena Pop BH
O ritmo contagiante do Monobloco irá abrir o festival. Na voz dos cantores Pedro Luís, Fábio Allman, Renato Biguli, Alexandre Momo e Pedro Quental, o repertório eclético vai das marchinhas tradicionais de João Roberto Kelly ao samba de Cartola e Clara Nunes, passando pelo forró de Luiz Gonzaga, até canções de Paralamas do Sucesso, O Rappa e Cidade Negra. Nos shows, o Monobloco leva músicas como “Samba de Arerê”, de Arlindo Cruz, Xande de Pilares e Mauro Júnior, “Eu Também Quero Beijar”, de Pepeu Gomes, “Do Seu Lado”, de Nando Reis e Girassol, de Pedro Luís e Cidade Negra, entre outros. Mas a mistura inusitada não se limita apenas à variedade musical. Na bateria ela também acontece com a presença de um baixo e uma guitarra em meio aos tradicionais instrumentos de escola de samba: cavaco, repique, tamborim, chocalho, surdo e agogô.

Após a apresentação do Monobloco, o rock samba do Sambô invadirá o Arena Pop BH. Um samba envenenado com guitarra distorcida, bateria com levada pesada, instrumentos tradicionais de samba como, tan tan, rebolo, pandeiro; um rock cheio de swing e batucada, agudos de rock´n´roll, mas com a cadência do samba. O grupo é formado por artistas de diferentes escolas e estilos musicais, por isso essa mistura de ritmos é inevitável. O Sambô faz o seu som sem rótulos, sem preconceito e com muito respeito pela diversidade da música brasileira. Formada por San nos vocais e percussão, Sudu Lisi na bateria, Ricardo Gama nos teclados, Julio Fejuca no cavaquinho, guitarra, banjo e vocais e Zé da Paz no pandeiro, vocais e rebolado, a banda promete uma apresentação inesquecível em Belo Horizonte, com grandes sucessos nacionais e internacionais do rock e do samba, mas na versão única do grupo.

E os hits Pantera Cor-de-Rosa, Camaro Amarelo, Bela e o Fera e muitos outros farão o público dançar ao som da dupla Munhoz e Mariano.  Com mais de sete anos de carreira, eles são figuras garantidas no cenário atual da música sertaneja brasileira. Naturais de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Raphael Calux Munhoz Pinheiro e Ricardo Mariano Bijos Gomes são amigos de infância e começaram a tocar por hobby em um boteco da cidade. Hoje são referência no sertanejo universitário com milhões de acessos no Youtube e grandes sucessos consagrados.  Para se ter uma ideia, no momento o vídeo da música “Camaro Amarelo” tem mais de 54 milhões de acessos e, segundo pesquisa na web, foi assistido em 192 países.
  
“Quem quer curtir a vida, quem quer se divertir, vem com o Mc Koringa e deixa o corpo sacudir”. Como diz no sucesso “Danada Vem Que Vem”, o  funkeiro convida a galera do Arena Pop BH para curtir o melhor do funk carioca. Para fazer dançar até o chão, sacudir o corpo e fechar com chave de ouro um dos melhores festivais de música do país, o Mc Koringa garante um show muito animado com os maiores sucessos de sua carreira.

Thiago Di Melo possui 13 anos de carreira e  já gravou 3 CDs e um DVD. Muitos fãs já reconhecem o seu trabalho e o acompanham, o que é comprovado pelos vários fãs clubes registrados em Minas Gerais. Além de cantor, ele também é um grande compositor, com mais de 100 canções compostas e muitas delas já tocam em rádios nas vozes de outros artistas mineiros. Com um estilo ímpar de cantar e compor, Thiago di Melo vem mostrando para seu público um show diferente, com muita energia, alto astral, romantismo e muita sensualidade.

O show de Tom Nascimento, baseado no álbum Funk-se, Rock-se..., conta com músicas autorais e “releituras radicais”, como o próprio músico prefere chamar, que é o caso do clássico Cadê Você, de Odair José, e Mama África, de Chico César, que inclusive participou da gravação do CD.  Tom Nascimento é um artista que dialoga com as várias possibilidades que a palavra ARTISTA dá. O violão percussivo somado ao uso “loop station” e o “afro-beatbox”, são elementos que fazem o som do artista soar como algo genuíno e original.

Arena Pop BH
O Arena Pop chega à segunda edição em Belo Horizonte com uma grande estrutura. Serão dois palcos estrategicamente posicionados, ambulâncias e médicos de prontidão, praça da alimentação, segurança, acesso e locais exclusivos para cadeirantes e portadores de necessidades especiais, além da conveniência de um estacionamento (sujeito a lotação).

Serviço:
Arena Pop BH – Munhoz e Mariano, Mc Koringa, Sambô,  Monobloco, Thiago Di Melo e Tom Nascimento
Apresentação dos finalistas do projeto “Do passado ao presente, o samba continua”: Bernardo Correia, Pedro Fraga, Fabio Palmito, Ricardo Barrão e Ederson Salomão
Data: 29 de março de 2014 (sábado)
Horário de abertura dos portões: 15h
Local: campus Estoril do UniBH (Rua Libero Leone, 259, Buritis, BH)
Ingressos:
1º lote:
ESPAÇO TIM MUSIC
* Alunos, professores e funcionários do UniBH: R$ 35,00
* Não Aluno: R$ 50,00
ÁREA VIP #openbar (Cerveja, Água, Refri, Vodka, Citrus)
* Alunos, professores e funcionários do UniBH - Feminino: R$ 70,00
* Alunos, professores e funcionários do UniBH - Masculino: R$ 80,00
* Não Aluno - Feminino: R$ 80,00
* Não Aluno- Masculino: R$ 90,00
CAMAROTE PREMIUM #openbar (Cerveja, Água, Refri, Vodka, Citrus, Whisky)
* Aluno, professor e funcionário do UniBH – Feminino: R$ 100,00
* Alunos, professores e funcionários do UniBH – Masculino R$ 120,00
* Não Aluno – Feminino: R$ 110,00
* Não Aluno – Masculino: R$ 130,00
Pontos de venda:
Nenety Eventos (Shopping 5ª Avenida)
Lojas Boundless (Todos os Shoppings)
DCE Uni-BH (Todas unidades)
Classificação: 16 anos
Mais informações: (31) 3281 2737
Assessoria de imprensa:
Heberton Lopes – hlopes@grupobalo.com – (31) 3077 0606 | (31) 8855 1219