segunda-feira, 25 de novembro de 2013

“Dia Nacional do Samba” é celebrado com grande festa na Savassi

No dia 1º de dezembro, a cantora Aline Calixto e a Bateria da Escola de Samba da Portela animam a rua Antonio de Alburquerque; após os shows, o filme
“Noel Poeta da Vila” será exibido

Foto: Henrique Falci

No dia 1º de dezembro (domingo) a partir das 15h, a Savassi (Rua Antonio de Albuquerque, entre Sergipe e Alagoas) receberá grande festa ao ar livre e gratuita, para comemorar “Dia Nacional do Samba”, data que cada vez mais está sendo identificada como das mais importantes para o povo brasileiro. Muito samba vai rolar com os shows de Aline Calixto e Bateria da Escola de Samba da Portela. Após os shows será exibido o filme “Noel Poeta da Vila”.

Para comemorar a data a Artbhz Produtora de Espetáculos – empresa de entretenimento familiar das mais respeitadas do país, está cuidando de todos os detalhes. A festa contará com seguranças particulares, Polícia Militar, grande tenda, cadeiras, banheiros químicos, telão e barraquinhas comercializando bebidas e petiscos. O evento é realizado através da Lei Estadual de Incentivo a Cultura e faz parte dos projetos Skol Facul e Circuito Cine Show.

A entrada é franca, mas pede-se a doação de um quilo de alimento não perecível, que serão doados para a Associação Beneficente Força do Bem.           

                                        ALINE CALIXTO
Considerada uma das nossas mais importantes cantoras, é hoje a grande revelação do samba em todo o país. Com uma ginga e voz muito especial Aline Calixto tem em seu repertório músicas compostas especialmente para ela de grandes sambistas nacionais.

Seu primeiro CD foi lançado em 2009, mas muita coisa aconteceu de lá para cá. A cantora encantou muita gente, esbarrou com ídolos no palco e fora dele, foi premiada e, conquistou a confiança de muitas feras, que lhe entregaram composições para ela gravar. No seu segundo é CD “Flor Morena” Aline se mostrou mais madura e segura. Carioca se mudou para Minas Gerais ainda pequena, mas voltou ao Rio para se afirmar como uma das revelações da música brasileira.
Neste disco várias canções se destacam. Os ritmos latinos se encontram com violão, moringa e efeitos em “Conversa Fiada”, a única composição do disco em que letra e melodia levam a assinatura de Aline. “Teu Ouvido”, que fala de amor e faz uma analogia entre a batida do coração e a do bumbo, é uma parceria com Thiago Paschoa e Arthur Maia. O baixista, que acompanha feras como Gilberto Gil, assina a produção musical do álbum e a maior parte dos arranjos ao lado de Thiago Delegado, o violonista que toca com Aline desde o início de sua carreira e que tem uma harmonia e forma de tocar muita própria.  “Esse disco está cheio de pessoas queridas, que eu admiro muito. “Flor Morena” tem arranjo de Gilson Peranzetta, um dos grandes maestros do Brasil. “Gemada Carioca” foi composta e arranjada por Martinho da Vila”, conta Aline. A faixa-título, “Flor Morena”, foi um presente do amigo Arlindo Cruz e de Zeca Pagodinho. Zeca compôs a música para sua filha, mas deu a Aline a responsabilidade de eternizá-la, mostrando a força das mulheres. “É uma música linda, porque retrata a mulher de forma muito doce, como uma flor, enquanto tem tanta letra por aí que bombardeia as mulheres.” O cuidado com o que canta também ajudou Aline a decidir colocar no repertório “Caçuá”, de Paulo César Pinheiro com o baiano Edil Pacheco. Quando ouviu, apaixonou-se.
 Aline ganhou fãs no Brasil todo, e já gravou com Martinho da Vila, Sérgio Lorozza, Flavio Renegado. O mundo do samba e da música brasileira abraçou Aline Calixto.
De Viçosa, município mineiro no qual aonde tudo começou, a cantora se prepara para fazer sua primeira turnê internacional, pela Austrália e Nova Zelândia. Passo óbvio para quem já foi agraciada com o tão desejado o prêmio Disco do Ano da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), em 2009, um ano antes de ela ser indicada em duas categorias no Prêmio de Música Brasileira, melhor Cantora de Samba e melhor Cantora por Voto Popular. 
BATERIA DA PORTELA

Falar da bateria da Portela é lembrar de grandes mestres que escreveram a história do samba. Sua batida firme é reconhecida no Brasil e no exterior, o que a fez ganhar fama no mundo dos bambas como a "Tabajara do Samba".
Comandada pelo Mestre Nilo Sérgio, a bateria apresentará sambas enredos clássicos e o hino de 2013, do enredo: Madureira... Onde o meu coração se deixou levar..., que a escola apresentou na Sapucaí no domingo de carnaval e que celebrou os 400 anos do bairro da agremiação. Além disso, a bateria promete agitar o publico com releituras de grandes nomes da musica brasileira, como Jorge Benjor, Lulu Santos, Tim Maia, Seu Jorge, levando o clima da quadra da escola para todas as suas apresentações.
Composta por 12 ritmistas, a bateria contará ainda com a participação de componentes da ala das passistas O interprete que estará no comando será Emerson Matos, segunda voz da escola e uma das mais promissoras vozes do carnaval carioca.
A Portela é a campeã absoluta, com 21 títulos conquistados. É a escola de coração de grandes nomes, como Monarco, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho, Teresa Cristina, Diogo Nogueira e da saudosa cantora mineira, Clara Nunes. Em 2013, a agremiação completa 90 anos.

FILME: NOEL  POETA DA VILA
A direção é de Ricardo Van Steen e no elenco estão Camila Pitanga, Paulo César Pereio, Roberta Rodrigues e Flávio Bauraqui. Duração 100 minutos. O filme conta a historia de Noel Rosa, um homem que mudou a história da música popular brasileira. Aos 17 anos Noel Rosa é um jovem engraçado, que possui um defeito no queixo, estuda Medicina e toca numa banda regional. Gosta da companhia de operários, negros favelados e prostitutas, com quem rapidamente faz amizade. Até que um dia conhece Ismael Silva, compositor que o desafia a compôr um samba. Noel usa uma paródia ao hino nacional para compôr Com que roupa?, que faz grande sucesso nas rádios de todo Brasil. A partir daí, Noel se dedica de vez ao mundo do samba, tornando-se um dos mais populares compositores brasileiros.

SERVIÇO:
DIA NACIONAL DO SAMBA NA SAVASSI
Dia 1 de dezembro – Domingo – a partir das 15 h
Rua Antônio de Albuquerque, entre rua Alagoas e Sergipe
Entrada Franca
Pede-se doação de um quilo de alimento não perecível.
Classificação livre
Informações: (31) 3463 1300
Assessoria de Imprensa:
Christina Lima – christina@christinalima.com.br – (31) 3274 8907 | (31) 9981 4897
Heberton Lopes – heberton@christinalima.com.br – (31) 3077 0606 | (31) 8855 1219