sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Réveillon BH 2011

Olá, amigos!

Fiquei algum tempo sem passar por aqui novamente, mas foi por uma ótima causa. Nas férias do meu trabalho no Pitágoras, trabalhei muito para o site http://www.santaluziamg.com.br/ e alguns clientes. Mas com toda certeza uma das experiências que mais marcaram minha vida profissional nos últimos meses foi trabalhar no Réveillon BH 2011, promovido pela Globo Minas e produzido pela Playcorp e Artbhz.

A Playcorp é a mesma empresa que faz o Réveillon da avenida Paulista, em São Paulo, para mais de 1 milhão de pessoas. O Réveillon BH 2011 recebeu mais de 100 mil pessoas e todos os acesso foram fechados muito antes da virada, pois o espaço entre os viadutos da Floresta e Santa Tereza foi completamente preenchido.

Muito antes de começar a fantástica noite do Réveillon BH 2011, minha grande amiga e parceira Graziella Giannini e eu trabalhamos muito no escritório da CL Assessoria em Comunicação, empresa que prestou serviços de assessoria de imprensa para a Playcorp e consequentemente Rede Globo.

Equipe de assessores da CL
Posso dizer que aprendi mais na semana em que trabalhei para o Réveillon BH 2011 do que em um ano de faculdade. Foi uma experiência fantástica e inesquecível. Durante a semana, minha amiga Graziella e eu ficamos responsáveis por buscar personagens interessantes para as reportagens da Tv Globo e para os jornais O Tempo e Super Notícias. O engraçado é que muitas vezes ficávamos desesperados por não conseguir ninguém e apelávamos às redes sociais. Foi assim que consegui aquele casal de Niterói que veio à Belo Horizonte somente para ver o cantor Alexandre Peixe.

Além de buscar os personagens, demos suporte ao demais veículos de comunicação e fizemos o credenciamento dos jornalistas e convidamos algumas pessoas para os camarotes da festa.

No grande dia, 31 de dezembro, cheguei às 10h da manhã na Praça da Estação para acompanhar a repórter Fabiana Almeida, da Tv Globo, na gravação de uma repotagem. A mesma jornalista ficou responsável pelo vivo com a Pitty para o MGTV1, em cima do palco, durante a passagem de som. Deu tudo certo. Na hora a Graziella Giannini me ligou e disse: "você sobreviveu ao seu primeiro vivo". Ainda um pouco ansioso, pois ainda tinha o vivo para o Jornal Hoje e a banda da Pitty teria que sair do palco, fui conversar com o chefe de palco para tentar uns minutinhos a mais. Ele não queria deixar de jeito nenhum pois iria atrasar todo o cronograma. A Pitty estava passando a última música e deu a hora da repórter entrar ao vivo. Graças ao bom pai, deu tudo certo!

Um dia antes do evento, a equipe de 5 assessores da CL se reuniu com a Natalie, que é a assessora de imprensa da Playcorp. Definimos toda a logística que seria realizada com os jornalistas durante os shows. Eu fiquei responsável por assessorar todas as equipes da Tv Globo. Fiquei mais em contato com o repórter Ismar Madeira e com a repórter Luisa Torres. O Ismar estava entrando ao vivo em rede nacional, de cima do camarote e de frente para o palco, enquanto a Luisa ficou responsável por "pegar" os artistas nos bastidores.

Um fato que vale a pena citar é que o Ismar me ligou às 17h55 falando que entraria ao vivo às 18h06. O palco ainda estava apagado e a imagem não ia ficar atrativa para o público de casa. Conversei com a assessora da Playcorp e ela disse que não era garantido que o palco estaria ligado na hora do vivo. Quando começou a transmissão o palco ainda estava apagado e em 30 segundos tudo foi ativado e o som mecânico reproduzido. A sensação de alívio no momento é inexplicável!

César Menotti e Fabiano no palco do Réveillon BH 2011
Acompanhei as equipes da Globo durante todo o evento e subi e desci os sete metros de palco inúmeras vezes. O cansaço era grande.Na hora da virada paramos por menos de 3 minutos para brindar a chegada do novo ano e voltamos a trabalhar. Mas todo o esforço, o cansaço e a impossibilidade de passar o ano novo com a família e amigos valeram a pena. Conheci várias pessoas, fiz vários contatos e obtive fantásticas experiências.

Deixo meus agradecimentos à Christina Lima, proprietária da CL Assessoria em Comunicação; à Graziella Giannini por lembrar de mim quando precisou de um assessor freelancer; às meninas da CL, Fernanda e Luciana; e à graduanda em jornalismo que trabalhou conosco, Bianca de Sá.

2011 começou sensacional!